Durante o evento, marcado para 30 de setembro, decanato apresentará proposta para criar polo de extensão na região

No próximo dia 30 de setembro, um sábado, o Decanato de Extensão (DEX) da Universidade de Brasília promove, na Cidade Estrutural, fórum para tratar da viabilização de um polo da UnB na região. O objetivo é ouvir demandas da comunidade e apresentar os Programas e Projetos de Extensão de Ação Contínua (PEACs) da Universidade que já existem na Estrutural. 

 

Foto: Amália Gonçalves/Secom UnB. 

19SET17 RetratoDEX IracildaPimentel AmaliagoncalvesaliaGoncalves 2A programação vai das 8h30 às 13h, no auditório do Centro Comunitário da Cidade Estrutural, onde funciona o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

 

“É uma oportunidade para promover o diálogo e a reflexão sobre o papel da instituição como integradora das ações de extensão na comunidade”, diz a professora Iracilda Pimentel, diretora de Integração Social e Desenvolvimento Regional do Decanato de Extensão (DDIR/DEX).

 

O decanato planeja lançar, ainda neste ano, edital para articular PEACs atuantes – serão oferecidas bolsas e ajudas de custo para transporte e materiais. Ao todo, há oito projetos de extensão envolvidos na organização do fórum, mas a expectativa é que pelo menos 50 projetos sejam cadastrados no Sistema de Extensão (SIEX) com a divulgação do edital.

 

A ideia é que o polo de extensão funcione como facilitador, agregando extensionistas em um único lugar e dando visibilidade para as ações realizadas na comunidade. Para isso, a Universidade espera contar com o apoio do poder público a fim de conseguir espaço físico. “Queremos criar um ambiente que a comunidade reconheça e para onde leve suas demandas”, enfatiza a diretora do DEX.

 

ATENÇÃO O conteúdo dos artigos é de responsabilidade do autor e expressa sua visão sobre assuntos atuais. Os textos podem ser reproduzidos em qualquer tipo de mídia desde que sejam citados os créditos do autor. Edições ou alterações só podem ser feitas com autorização do autor.